Versão em Português English version Versión en español

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Imagem retirada de: https://cdn-istoe-ssl.akamaized.net/wp-content/uploads/sites/14/2019/01/85757d1243fcd35672c78e5587a8ffabae80dd78-1.jpgBolsonaro espera atrair investimentos infraestruturas de transportes

03/01/2019

O presidente Jair Bolsonaro espera atrair rapidamente investimentos cerca de 7 bilhões de reais (US$ 1,8 bilhão de dólares) por meio de concessões de infraestrutura, conforme anunciou nesta quinta-feira no Twitter, pouco antes de se reunir pela primeira vez com seus 22 ministros.
“Rapidamente atrairemos investimentos iniciais em torno de R$ 7 bi, com concessões de ferrovia, 12 aeroportos e 4 terminais portuários. Com a confiança do investidor sob condições favoráveis à população resgataremos o desenvolvimento inicial da infraestrutura do Brasil”, afirmou Bolsonaro na rede social.
A maioria das concessões mencionadas pelo presidente de direita, que assumiu em 1º de janeiro, foi aprovada durante o governo de Michel Temer.
O ex-presidente lançou em 2017 um ambicioso plano de privatizações que pretendia arrecadar, segundo avaliações, até R$ 40 bilhões antes do final do mandato, embora tenha sofrido vários atrasos.
O programa eleitoral de Bolsonaro prometia “reduzir a dívida pública em 20% por meio de privatizações, concessões” e a venda de propriedades públicas.
O novo ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou na quarta-feira que enfatizará a redução dos gastos públicos e a “aceleração das privatizações”.
Seu discurso provocou o entusiasmo dos mercados e a Bolsa subiu 3,56%, atingindo o recorde histórico de 91.012 pontos.
Semanas antes de assumir o cargo, o novo ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que o governo de Bolsonaro buscará ceder na forma de concessões toda a rede de aeroportos do Brasil e “acabar” com a Infraero, o grupo estadual responsável pela gestão de terminais importantes, no prazo máximo de três anos.
O presidente Jair Bolsonaro espera atrair rapidamente investimentos cerca de 7 bilhões de reais (US$ 1,8 bilhão de dólares) por meio de concessões de infraestrutura, conforme anunciou nesta quinta-feira no Twitter, pouco antes de se reunir pela primeira vez com seus 22 ministros.


“Rapidamente atrairemos investimentos iniciais em torno de R$ 7 bi, com concessões de ferrovia, 12 aeroportos e 4 terminais portuários. Com a confiança do investidor sob condições favoráveis à população resgataremos o desenvolvimento inicial da infraestrutura do Brasil”, afirmou Bolsonaro na rede social.


A maioria das concessões mencionadas pelo presidente de direita, que assumiu em 1º de janeiro, foi aprovada durante o governo de Michel Temer.


O ex-presidente lançou em 2017 um ambicioso plano de privatizações que pretendia arrecadar, segundo avaliações, até R$ 40 bilhões antes do final do mandato, embora tenha sofrido vários atrasos.


O programa eleitoral de Bolsonaro prometia “reduzir a dívida pública em 20% por meio de privatizações, concessões” e a venda de propriedades públicas.


O novo ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou na quarta-feira que enfatizará a redução dos gastos públicos e a “aceleração das privatizações”.


Seu discurso provocou o entusiasmo dos mercados e a Bolsa subiu 3,56%, atingindo o recorde histórico de 91.012 pontos.

Semanas antes de assumir o cargo, o novo ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que o governo de Bolsonaro buscará ceder na forma de concessões toda a rede de aeroportos do Brasil e “acabar” com a Infraero, o grupo estadual responsável pela gestão de terminais importantes, no prazo máximo de três anos.


Fonte: Isto É

Home | Institucional | Serviços | Clientes | Notícias | Localização | Contato

Todos os direitos reservados - © 2010

RGB Comunicação - Agência de Internet e Produtora de Vídeo