Versão em Português English version Versión en español

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Imagem retirada de https://blog.bling.com.br/os-desafios-da-logistica/Logística 4.0: a evolução digital do setor logístico

09/09/2019

A ideia de uma 4a Revolução Industrial, mais chamada de Indústria 4.0 tem levado a expressão para outros setores, já que não estamos apenas falando de processos de manufatura, e sim de uma transformação (digital) de toda a cadeia produtiva. Nesse caso, surge a Logística 4.0, que proporciona uma cadeia com mais planejamento de serviço e funcionalidade, melhor nivelamento de estoques, diagnósticos preventivos de manutenção de frota e custos menores ao longo dos processos.

Dentro deste termo, entre os propósitos almejados pelas corporações, estão: zero estoque, informações disponíveis em tempo real, visão integrada da cadeia de suprimentos, tempo de espera reduzido e centros de distribuição inteligentes.

Para Murilo Marin, gestor comercial das marcas Linde e Still, fabricantes de emplilhadeiras, o desafio das empresas é se atualizar e estar mais próximas dos clientes com estruturas práticas e funcionais. Para tanto, é necessário um planejamento e estruturação que leve à implantação da Logística 4.0.

“O rastreamento dos processos, da produção, do comportamento do maquinário e da performance dos departamentos pode ser confiável, basta contar com o auxílio de inovações que facilitem e deem mais assertividade à tomada de decisão”, explica.

Com ênfase nesta visão, o Grupo Kion, que trabalha com as marcas Linde, Still e Dematic, utiliza mais um conceito: Intralogística 4.0. De acordo com Marin, se trata de inovações tecnológicas integradas para movimentação e armazenagem de materiais de diferentes centros logísticos, indústrias e comércios.

“Entre as soluções proporcionadas, está o transporte, separação e distribuição de pedidos fracionados e gestão com WCS, acompanhadas de empilhadeiras com tecnologia de ponta e soluções para gestão inteligente de frotas, que medem o desempenho e geram mais segurança nas operações”, relata o gestor.

Segundo Marin, a sinergia dessas tecnologias é capaz de aumentar a capacidade de armazenagem, velocidade e ganho em produtividade com segurança. Ele diz que as empresas que estão se aperfeiçoando dentro desta evolução tecnológica precisam buscar parceiros que tenham know-how no trabalho de coleta de dados e ofereçam soluções conectadas e alinhadas ao propósito almejado pela companhia.

“Quando as soluções estão integradas em todas as partes do projeto (estrutura, tecnologia e máquinas), há otimização de recursos, evitando erros que remetam a retrabalhos e outros investimentos em curto espaço de tempo”, afirma. “Ou seja, é possível apresentar num projeto qual será a redução e em quanto tempo o investimento da corporação será pago.”

Fonte: IP News

Home | Institucional | Serviços | Clientes | Notícias | Localização | Contato

Todos os direitos reservados - © 2010

RGB Comunicação - Agência de Internet e Produtora de Vídeo